Home » Notícias » Evangélicos aproveitam procissão para evangelizar católicos no México

Evangélicos aproveitam procissão para evangelizar católicos no México

Postado em: 20 março, 2017

A cidade de San Juan de los Lagos, no México, recebe anualmente cerca de sete milhões de peregrinos católicos que caminham em procissão pelas ruas da região. Para uma pequena igreja evangélica local, esta se tornou uma oportunidade perfeita para “levar a igreja na rua”.

Tendas com atendimento médico, alimentos e cafés quentinhos são instaladas no trajeto dos peregrinos para abrir a oportunidade de compartilhar as verdades bíblicas sobre Jesus Cristo. A igreja Comunidade de Fé começou essa ideia em 2014.

“Quando issa nasceu de uma necessidade, começamos com uma xícara de café. Não tínhamos ideia do que a gente ia fazer”, disse Alberto Ramos, que idealizou a ação com sua esposa. “Fazemos isso para mostrar o amor de Cristo. Ele teve compaixão de nós, então estamos mostrando o Seu amor para os peregrinos”, disse Arcelia Ramirez.

A ideia chamou a atenção de alguns missionários americanos e, no ano seguinte, a ação foi implementada com serviços médicos.

“A primeira vez que viemos a San Juan e vimos os peregrinos, quisemos fazer mais. Então pensamos que seria bom se trouxéssemos uma equipe médica para tratar seus ferimentos, dores por causa da longa caminhada e nos dá a oportunidade de orar por eles”, disse a missionária Vonda Kidd, que vem de Oklahoma, nos EUA.

Oportunidade

Desde 2015, o serviço passou a ser mais abrangente. São oferecidos alimentação, cuidados médicos e, mais importante, a palavra de Deus. Para voluntários como Abigail Ahumada, amar as pessoas é o melhor cuidado que eles podem fornecer.

“O caso mais comum é atender pessoas que foram afetadas nas solas dos pés, com feridas abertas, sangrentos, tendões inchados”, disse ela. “A verdadeira intenção é conscientizar as pessoas sobre a Palavra de Deus, falar de Cristo, que é o verdadeiro Deus e que não há necessidade de fazer um sacrifício tão grande.”

O médico e missionário Ken Phillips acredita que a devoção desses peregrinos é a melhor porta para compartilhar o amor de Deus. “Estas são pessoas muito espirituais, se não eles não andariam mais de 96 km. Eu digo a eles que não importa o que eles façam, nada pode coincidir com o sacrifício de Cristo por eles”, disse ele.

Aaron Villalobos, um nativo de San Juan, explica sobre a religiosidade de seu povo. “Eles têm muita religião, mas muito pouca relação com Deus. A maioria das pessoas que vem em procissão nunca leram a Bíblia. Eles não conhecem a Deus. Eles sabem algo, mas não conhecem de coração. É uma tradição de mais de 300 anos, mas vemos que tem cada vez menos seguidores”.

Em quatro dias de projeto com os peregrinos, a equipe formada por 50 evangélicos distribuiu 20 mil folhetos evangelísticos, 2 mil xícaras de café, 1,5 mil copos de água e viram cerca de 120 pessoas aceitarem a Cristo.

Fonte:Guia-me / com informações de CBN News | 17/03/2017 - 17:15

Direitos Reservados

Assembleia de Deus em Matinhos

Desenvolvido por Melgus